Extração de polpa de Jussara

Extração caseira de polpa de Jussara realizada na Oca em Alto Paraíso de Goiás. Abaixo você pode acompanhar as várias etapas do processo. Participaram Delmiro, Addisson, Cimara e Décio.


Palmeira Jussara

Palmeira Jussara frutificando na mataA Palmeira Jussara (Euterpe edulis Mart.) também conhecida como Juçara, Palmito-doce é bastante encontrada na Mata Atlântica e também no cerrado, perto dos cursos dos rios e das mata úmidas.

Cacho de frutos de Jussara colhidosFamosa no sul e sudeste do Brasil pela exploração do seu palmito, essa palmeira tem muitos outros atrativos como sua madeira leve, resistente e durável (longe da umidade), usada muito como ripas no telhado das casas do interior do país. Mas na minha opinião, seu maior atrativo (e maior retorno econômico) vem do seu fruto, característica que herdou da do seu primo-irmão Açaí (tanto o de touceira, Euterpe oleracea Mart. como o de terra firme, o Euterpe precatoria Mart). Poucas pessoas conhecem, mas da polpa de seus frutos se extrai um suco muito semelhante ao famoso açaí.

Para ajudar na campanha de valorizar o que é nosso (sem desprezar o maravilhoso açaí do norte) e quem sabe de quebra ajudar na preservação das nossas tão exploradas Jussaras, divulgo aqui uma receitinha caseira para fazer polpas de jussara (ao estilo do açaí).

Curiosidade: Euterpe foi das nove musas da mitologia grega, a "doadora de prazeres".

Veja aqui uma reportagem do Jornal Nacional sobre a Mata Atlântica que cita a extração de polpa de Jussara como alternativa econômica.


Passo a passo

Os frutos estão maduros quando começarem a cair sozinhos. Colha as hastes pelo método tradicional (usando uma "peia").

Retire os frutos da haste e selecione-os retirando os verdes ou estragados, em seguida abane numa peneira para retirar a sujeira.

Coloque os frutos selecionados dentro de um recipiente e lave-os com água corrente.

Em seguida encha o recipiente com água potável até cobrir totalmente os frutos e deixe descansar até a casca e a polpa começarem a soltar esfregando os frutos no dedo.

Se quiser acelerar o processo, deixe os frutos imersos em água morna (quanto maior a temperatura, mais rápido a polpa se solta).

Com um pilão (ou pedaço de madeira) aperte os frutos contra o fundo do recipiente.
A polpa irá se soltar formando um caldo grosso e os frutos começaram a ficar claros. Pode-se acrescentar um pouco mais de água para afinar a polpa.
Passe o caldo por uma peneira bem grossa para retirar os frutos.

Separe os frutos para plantar. Se tiver grandes quantidades semeie diretamente dentro da mata úmida (vem bem na sombra) durante a época de chuvas.

Se for fazer mudas, lave os frutos despolpados e coloque-os num saco plástico grosso e armazene num lugar escuro e de temperatura amena (embaixo da pia). Repita a lavagem diariamente até os frutos estarem completamente limpos e claros (sem restos de casca e polpa). A partir desse ponto não é necessário mais lavar as sementes, apenas deixe-as dentro do saco plástico fechado (úmidas, mas sem água) até que comecem a germinar. Passe para os sacos plásticos conforme forem germinando.

Peneire novamente o caldo numa peneira fina para a retirada da casca exterior.
Coloque a polpa dentro de sacos plásticos.

Depois é só amarrar os sacos!

Se for consumir como suco, ele já está pronto (pode adicionar um pouco mais de água e açucar a gosto).

Se for consumir como polpa, como o açai na tigela, congele a polpa e depois bata com banana, guaraná em xarope (ou mel) e pronto!

 

 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina

 

*** Versão antiga do site - em processo de conversão ***